RENAMO diz haver tentativa de desestabilizar o acordo de tréguas

mux

Renamo acusa as Forças de Defesa e Segurança de perseguir os seus membros e simpatizantes como forma de desestabilizar o acordo prévio de paz.

A Renamo denuncia alegados casos de perseguição dos membros e simpatizantes desta formação politica protagonizada pelas Forças de Defesa e Segurança em alguns distritos do país,   a denúncia foi tornada publica pelo deputado António Muchanga.

Segundo afirmou Muchanga, estas acções podem minar o prolongamento da trégua acordada entre o Presidente da República Filipe Jacinto Nyusi e o líder da Renamo, Afonso Dhlakama.

António Muchanga apelou às forças governamentais, que entendam que a paz da qual os Moçambicanos desfrutam hoje, está acima das suas ambições pessoais..

Refira-se que tais situações acontecem uma semana após o anúncio de mais 60 dias da trégua.

 

Deixa seu comentário

Comentários

1 Comment on "RENAMO diz haver tentativa de desestabilizar o acordo de tréguas"

  1. Terminemos isso duma vez para sempre, parem de matar pk todos somos mocambicanos qualquer que seja a organizacao politica. Em suma a mocambicanidade real.
    Em nome do fundador do paraiso, parem este mal

Deixa seu comentário

O seu email não será publicado.


*