SUCESSOR DE MUGABE REGRESSA AO ZIMBABWE



A euforia que se sucedeu à demissão de Robert Mugabe deu lugar à euforia pelo regresso ao Zimbabwe do homem que deverá assumir as rédeas do poder.

Mas não é sem controvérsia que Emmerson Mnangagwa, exilado na África do Sul depois de ter sido afastado pelas ambições presidenciais de Grace Mugabe, volta ao país, como salienta a jornalista da Africanews, Raziah Athman, citado pelo euronews.

“A maior parte dos zimbabweanos procura uma nova liderança. Mas será que o Emmerson Mnangagwa representa uma nova liderança? Ele, que foi nomeado pelo Zanu-PF como presidente de transição, faz parte do partido há muito tempo, foi próximo de Mugabe e tem um passado obscuro. Mas um novo presidente traz a esperança de que os Estados Unidos e a União Europeia levantem as sanções. A maioria da população espera que o próximo líder leve o país para a frente”, explica.

Muitos relembram que o homem que tem a alcunha de “crocodilo”, herói da guerra da independência, ministro de Mugabe em várias ocasiões, estará intimamente ligado a um período em que dezenas de milhares de pessoas foram mortas e torturadas. Mas, nesta altura, é ainda o adeus a Robert que domina.

Fonte: euronews

Deixa seu comentário

Comentários

Seja o primeiro a comentar on "SUCESSOR DE MUGABE REGRESSA AO ZIMBABWE"

Deixa seu comentário

O seu email não será publicado.


*