Cidade da Beira


PORTUGUESA RAPTADA E ATIRADA COM VIDA NO RIO PUNGUE

Uma cidadã de nacionalidade portuguesa foi raptada, na cidade da Beira, e posteriormente atirada viva no rio Pungue, localizado a cerca de 70 km da cidade da Beira, por volta das 22 horas da passada quinta-feira.

O corpo foi resgatado na manha de sábado último. Segundo os bombeiros, o mesmo tinha as mãos e braços atados. Em conexão com o caso, estão detidos três supostos autores do crime.

 Em conferência de imprensa, Daniel Macuácua, porta-voz da PRM em Sofala, disse que os detidos confessaram o crime e alegaram que pretendiam roubar dinheiro da vítima que era directora de uma empresa ligada ao ramo de construção civil.

De acordo com Daniel Macuácua, os autores do crime pediram boleia a cidadã e, a dada altura, com recurso a uma pistola de brinquedo, ameaçaram-na e exigiram todos os pertences incluindo cartões do banco. Retiraram da conta da vítima 29 mil meticais que, mais tarde, distribuíram entre eles.   

Cerca de duas horas depois do rapto, os autores do crime dirigiram-se as proximidades do Hotel Embaixador, onde trocaram de viatura e rumaram, pela madrugada, até ao rio Pungue onde amaram os braços e as pernas da cidadã e atiraram-na para o rio, onde viria a ser encontrada na manha de sábado ultimo pela polícia e bombeiros, depois de um dos criminosos ter confessado o crime.  

De referir que o crime foi esclarecido graças a colaboração de um dos funcionários do Clube Náutico que era muito próximo da vítima e que, no dia do rapto, esteve na viatura e desceu minutos antes do crime.

Deixa seu comentário

Comentários

Seja o primeiro a comentar on "Cidade da Beira"

Deixa seu comentário

O seu email não será publicado.


*